sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Carta a um ex-leal

Por muitos anos eu confiei em você. Dizia a todos e muito pra mim mesma: "coloco minha mão no fogo por ele, é o sujeito mais honesto que conheci em minha vida."
Por mais que brigássemos, que a vida nos afastasse eu reforçava a distinção entre traição e lealdade. Você jamais seria desleal com ninguém, muito menos comigo.
E hoje, por ironia do destino, do nada, descubro que você já não é mais tão leal, exatamente, comigo.
E agora, infelizmente, não sei o que fazer com essa informação.
Até lido bem com diversos ex de minha vida, tô acostumada. Mas com ex-leal é a primeira vez.
E aí????

6 comentários:

Clara Moriá disse...

E agora, Gregório?
É complicado.

Jéssica Amorim disse...

Que triste... que lamentável. Só dá pra dizer isso.

Rosana Tibúrcio disse...

Então...

Solange Maia disse...

Ô Rosana...

Lealdade é qualidade rara... faz a gente baixar a guarda, faz enternecer o coração mais duro... e quando ela falta, falta TUDO.

Uma pena.
A perda é do desleal.
Com certeza.

Beijo na alma,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com




obs.: Virei seguidora

Rosana Tibúrcio disse...

Oi, Solange, seja bem-vinda!

Tá certinha, é isso mesmo.
Obrigada por me seguir...rs
Vou te visitar rapidinho, beijos!

Rafael Freitas disse...

Ôxe!
Que que foi isso, minha gente?!