segunda-feira, 16 de junho de 2008

E o que era improvável...

Adorei ouvir uma seleção de músicas cantadas por Zélia Duncan e perceber que quando "improvável" tocou eu não tive lembranças ruins.
Quando a canção terminou eu falei pra mim mesma: "geeeennnnteeeee, não doeu... e se esquece sim."
Os sábios disseram: "isso também vai passar".
Assino! E agora, "é assim que eu gosto".
.

4 comentários:

Anônimo disse...

hahah .. vc sabe muito bem do "novo".

mamita, vá em personalizar, layout, minha lista de blogs e lá tem a opção Classificar atualizados mais recentemente

é isso aí

Marina disse...

ow .. o anônimo sou eu .. aff

UM DIA SEREI EU MESMA disse...

Mãedaminhaamiga,
Tomara que um dia deixe de doer. E que se possa esquecer.

RAFA disse...

Eu também!
Eu também!!!

Também já consigo ouvir Zélia Duncan numa boa, sem sofrer com as lembranças.
Como diria minha sábia-filósofa preferida, laurinha:
Tudo passa! Até uma passa!
rs