segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Duas mães para João Gabriel


Duas mães para João Gabriel: perfeitas.
Uma canta baixinho e faz o pititinho sorrir; a outra pula e canta alto, provocando risadas contagiosas.
Duas mães que escolheram João Gabriel e que, observando bem, ele não saberia qual delas escolher, se fosse preciso. Não é, graças!
Conheço as mães de João Gabriel há mais de uma década. Primeiro virei amiga/irmã de Lu, aquela, aparetemente mais louca, que grita, pula, canta alto e provoca risadas; não só no João Gabriel. Mas peça ajuda pra vocês verem: um acalanto só.
Depois de um tempo conheci Ju, a que aparentemente é mais doce, calma e equilibrada. Mas mexam com o pititinho, a família, a Lu e os amigos dela pra vocês verem: vira onça.
Em mais de uma década vi Ju e Lu crescerem juntas, se fortificarem, serem as verdadeiras amigas que não medem esforços. Quando uma não pode vem a outra socorrer, representando a família que construíram.
Duas mães para João Gabriel, mães que têm um jeito ritmado, afinado e lindo de contar histórias, entremeadas de cantigas, para quando ele vai dormir ou fazer uma nebulização daquelas chatas, perturbadoras.
Duas mães para João Gabriel chamar quando acorda numa casa mais estranha: “mãe Lu, mãe Ju...”; chamar e entender que quando uma não pode vem a outra, simbolizando o amor.
Só quem é amiga das duas mães de João Gabriel é capaz de entender o afeto e ética que direcionam a educação do pititinho, o amor que representa a melhor forma de construção das novas famílias do século XXI.
Sou amiga das duas mães de João Gabriel e sou feliz dum tanto por isso que não há como medir. E ainda morro de contentamento quando o danadinho me olha com aquela carinha sapeca, vai em direção à minha gaveta do micro e diz: “Rosana, ciqueti...” (isso dele querer meu trident é papo pra outro post...haushaush).
Duas mães perfeitas pra João Gabriel que dão a ele a melhor base pra torná-lo um homem bom, ético e feliz. Amém!!!
.

3 comentários:

Helô disse...

Sorte dele ter duas mães tão dedicadas. Muito bonito o texto. Bj

Taffarel Brant . disse...

Coisa-mais-linda-do-MUNDO!

Rafael Freitas disse...

É de dar gosto de ver! Um exemplo pra gente!