sábado, 4 de abril de 2009

Manoel e "um momento" português

Manoel foi meu primeiro "amigonet*" .
E lá se vão dez anos. Ufa, como o tempo passa rápido!!!
.
Manoel era um chato. Um chato português. Mas mesmo assim eu batia uns papos com o tal sujeito "estrangeiro", que trabalhava numa empresa de importação. Chique, né? Desconfio que Manoel era o porteiro daquele lugar. Sei lá, mas desconfio.
O dia que eu estava com mais paciência desbloqueava o sujeito do ICQ (é... olha só que coisa mais antiga). Jamais trocava o papo com Samuel pra falar com o Mané...
Com Samuel sim, valia muito a pena conversar: inteligentíssimo, brasileiro, mineiro e... Samuca é tema prum outro post (aguardem...rs).
.
Numa noite qualquer eu cá no micro, sem nada melhor pra fazer, estava de papo com o "amigonet" e eis que ele me disse: "um momento, já volto".
Você voltou? Porque ele - até o último dia que usei o tal ICQ - não!!!
Máquêzémané!!!!
.
*quase um namoradinho virtual (é, já fui babaca. Mas era uma coisa bem pudica, assim como eu. Além do quê, o sujeito era uma mala...)

4 comentários:

Luiz Castello disse...

Querida Rosana !

O Manoel fez sociedade com o Joaquim, e juntos, abriram a empresa de importação "Manequim".
Hahaha, piadinha de portugues.

Beijos do Castello.

Réa disse...

Sorte sua.Melhor só que mal acompanhada.

Beijos
Réa silvia

Moça do Fio disse...

Pronde será que ele foi?

Tomar vinho do Porto, ou ler Fernando Pessoa?

;-))

Rosana Tibúrcio disse...

Luiz, adorei a piadinha...rs

Réa, realmente eu me dei bem, nessa do português...

Moça do fio, saudade de ocê. Acho que foi tomar pinga do porto. Fernando Pessoa? Se brincar nunca deve ter lido um linha sequer.
Na verdade, eu era mais bobinha que o portuga... rs