terça-feira, 15 de julho de 2008

Tema de amor

Houve um tempo em que eu ficava acordada até uma hora dessas, 2 da matina, mas não era trabalhando como estava até agora mesmo. Era lendo coisinhas interessantes de um "quase provável" príncipe encantado que... logo, logo, virou sapo, e daqueles sapos totalmente sem eira nem beira, no exato sentido da expressão.
Mesmo assim, ouvindo agora Marisa Monte, sinto uma saudade do tempo em que a net me oferecia "possibilidades" de um amor real, verdadeiro.
Confesso que nenhum deles que nela se iniciou, valeu muito a pena...
Mas valeu a pena ouvir canções bonitas que me foram dedicadas nas tais salinhas de bate-papo... urrrgghhhhh!

Eu conheço todo jeito
Todo o vício, sem te tocar
Choro indo,
choro vindo
Conheço o fascínio,
alto de altar
Desconheço a certeza
Que lhe fez exagerar,
e abrir meus poros
Cavar flores sem lhe ver
Chega pra envolver,
envolver querer
Com as cores que te dei
Pedra tua cor,
seja por amor
Meu amor, meu amor
Meu amor, meu amor
Lavar flores sem lhe ver
Chega pra envolver,
envolver querer
Lavrador ou semideus
Queima de amor,
seja como for
Tema de amor
[Carlinhos Brown, Marisa Monte]

3 comentários:

rafa disse...

Ouvindo minha canção preferida (esta é a que mais gosto da Marisa, sabia?!), pensando no que a sra disse, lembrando de amores mal resolvidos...

É...
Fiquemos apenas com as canções!

Thiago disse...

Verdade! A internet pode proporcionar essas coisas, mas confesso que o real é bem mais prazeroso!

Marina disse...

.. mas quando o virtual passa a ser real também é muito bom.
O ruim é quando esse tal príncipe vira sapo .. aí, num tem jeito não ..
.
músicas da Marisa Monte me agradam de uma tal maneira.