terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Tá de sacanagem comigo 2011???

O ano de 2011 tá de sacanagem comigo, né possível. 
Vejam vocês: não fiz nenhuma daquelas listas que faço desde não sei quando - vide este post aqui -  mas pedi muito, mas muito mesmo que ele fosse melhor que 2010, por que né? Oww aninho do cão, pra não dizer de outro, porque me contaram que palavras atraem... e blablabláss

Pra começo de conversa eu bem queria e quis ficar sozinha: um encontro comigo mesma (hauahauahsua). E fiquei. Marina voltou pra terra dos homens e Laurinha foi com ela.

Mas fiquei tão só que não achei uma alma viva pra fazer um mísero chá pra mim, porque euzinha aqui inventei de ficar gripada, mas muito gripada, e gripada eu não presto, quem me conhece já sabe.
Havia até comprado uma lata de sorvete pra tomar sem que a filha pequena - repressora-mor da minha vida -  me torrasse o saco. Você tomou? 

Ah, falei que não havia feito nenhuma promessa? Minto, eu disse a mim mesma que evitaria reclamar da vida. Até comecei bem o dia 1º, pois minha irmã me mandou uma mensagem pra avisar alguma coisa e me perguntou se eu estava bem... eu "respondia" que não, que tava com febre e blablabláss... Só que veio aquele clarão com essa promessa e apaguei a mensagem, afinal... alôuuu Rosaninha, tem palavra não? Me senti o máximo respondendo, de forma definitiva, dizendo que tava tudo bem, tudo ótimo, feliz 2011 e blablabláss. Cresci, até melhorei. 

Acontece que aí, minhas gentes, no que fui abrir a janela da sala de TV que dá pra garagem... o que vejo??? Pedaços do teto de minha garagem no chão. Ah, mas antes preciso contar que a chuva da noite do dia 31 pra dia 1º encharcou (usar essa palavra porque ela é muito feia e feia tava a situação) o quarto de Laurinha e a sala de TV... 

Mas enfim.... depois de deparar com pedaços do teto (num tem buraco que dá pra ver o céu não, bom esclarecer o tamanho do drama) no chão eu nem quis mandar outra mensagem, fiz foi ligar mesmo, reclamar assim: com voz... 

Mais um dia, mais outro, mais cof cof, mais chuva e eis que ontem, já melhor de saúde, recebo a visita de meu primeiro afilhado. Fiquei fazendo praça pra ele, mulher e filho pequeno. Fiz aquele meu delicioso café, porque faz parte. Ele cisma de ver fotos em álbuns que tenho em cima de uma das estantes da sala TV. E aí???? Mo-lha-dos... Putzzzzz!!! Um verdadeiro caos.

Agora tô eu aqui, comemorando a merreca do 2011, com álbuns espalhados pela casa, latinhas de sorvete e panos no chão, resto de teto ainda sem varrer, por que cabeça dói ao abaixar e jogar onde? 

Enquanto isso, vem gente me contar que fulano ficou com guarda-roupas molhados, sicrano com a cozinha inundanda, beltrano com a  bundinha num sei o quê... Ahhh, gente, a maior merda é sempre a minha, pois é nela que vivo... 
Afora o que vejo de gente dizendo e escrevendo por aí: que chuvinha gostosa. Gostosa o caralho...

Bem-vindo 2011, mas toma tenência e para de sacanagem comigo, preciso trabalhar e dormir em paz, então vê se leva minha dor de cabeça e tosse, essa chuva e substitua por um milhão de reais que minha vida estará bem resolvida.

E não venham me dizer que dinheiro não traz felicidade que cês vão saber de um bom lugar para vivenciarem essa "plenitude". 
E ó, hoje estou me sentindo a dona do Te amo, porra, a Patrícia, minha ídolA... Tanto que encerro esse meu post/desabafo dizendo, assim como ela muitas vezes diz, e eu entendo bem o porquê: "Essa é a minha vida, Brasil"...  

5 comentários:

Elis (ou não!) disse...

Essas chuves estão terríveis!

Nesse ano que teve 4 dias até agora consegui ficar 2 vezes presa no meio de tempestades. Eu saio de casa, não está chovendo, entro em algum lugar e vou sair 15 minutos depois e vejo que está armando a maior tempestade e fico presa.

Hoje eu saí e tinha sol. 40 minutos depois eu estava em pé no banco de um ponto de ônibus, no meio de um vendaval com transformadores estoudando.

Esse é o nosso verão tropical caliente...

Palmitos e Cogumelos disse...

Rosana!
Que isso!
As duas filhas foram pra BSB? Vixe!
Eu vou ficar aqui torcendo... papapapa!

Rosana Tibúrcio disse...

É o mundo acabando, Elis.


Carolzinha, a Laurinha já chegou, foi ficar uns dias só, já no trabalho e em férias da Faculdade.

Melhorei agora à noite, vamos ver amanhã...rs

Rosana Tibúrcio disse...

Cê pode tudo, Carolzinha...rs

Sr.Apêndice disse...

"Ahhh, gente, a maior merda é sempre a minha, pois é nela que vivo..." Sempre digo isso, e faço disso um bastião da minha verdade! Saudade de te ler, final de 2010 foi bem conturbado mesmo (ano de bosta mesmo). Se cheguei a negligenciar meu próprio blog, o que diria o dos outros! Mas o bom que para essas coisas, sempre estamos a 1 clique de distância! Tudo de bom, sorte e sucesso em 2011! :D