quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Quarenta e oito pessoas admiráveis

Quarenta e oito pessoas que admiro e pelas quais bato palmas pra sempre e muito, até cansar. é o que eu tenho pra hoje. Foi interessante completar esta lista, bem querendo que fosse cinquenta ou cinquenta e cinco, mas... pra essas eu já tenho o mote, desde o início da série55. 
Essas pessoas atuam ou atuaram em áreas nada a ver umas com as outras, em sua maioria, e despertam em mim, formas e intensidades  diferentes de admiração. 
Excluí crianças e não citei ninguém de meu convívio, por que né? Seria bem arriscado eu esquecer um amigo ou familiar admirável, pois há tantos e pra quê melindrar a galera, certo?
Essa ideia me veio à cabeça num dia em que eu, com controle remoto na mão, passando por esses canais da vida, assisti parte de um documentário sobre Eva Péron. Uma pena que foi parte. 
Eu sou encantada com essa mulher, sempre fui. A forma com que ela cuidava dos pobres. Aquilo sim era o jeito certo de cuidar de quem precisa. Tirando uma irmã Dulce, uma Madre Teresa de Calcutá, uma Dona Zilda Arns (por quem choro até hoje) ou uma Princesa Diana, são pouquíssimas as “famosas” que desceriam de seu pedestal pra chegar junto. Inda mais ela: uma política.
Fiquei pensando nessas mulheres admiráveis pela generosidade e caridade para com o próximo ou por outras características que aplaudo e me lembrei de Marília Gabriela que me dá coceira no cérebro pela desenvoltura e inteligência que tem. Depois me lembrei de Grazi Massafera que carregou e ainda vai carregar, por um bom tempo – porque assim os maldosos querem – a pecha de eterna ex-bbb glang glang, mulher que luta, com a maior dignidade, nesse mundinho de celebridades e artistas que pensam e, às vezes, até falam: “cai fora, porque você não estudou pra isso”.
Percebi que só me vinha à memória nomes de outras mulheres: Hebe, Hortência, Marina Silva, Dona Canô (muito por causa do Caetano, confesso, mas não só...). Foi aí que pensei: eba... mulheres são tudo, isso pode resultar numa lista memorável.
Porém, minha série55 já estava pra mais de quarenta e homens seriam necessários pra atingir o quorum da vez...
Foi quando pensei, primeiramente, nos três homens cujas vozes – faladas – eu amo dum tanto: Ariano Suasuna, Caetano Veloso (esse, meu ídolo-mor, não só porque fala tão lindo, mas canta e escreve lindamente, também) e Darcy Ribeiro. Já disse em algum lugar por aqui (preguiça de procurar link) que se eu fosse homem e pudesse escolher uma voz pra falar queria uma dessas três.
Em seguida, me lembrei do José Alencar que luta feito leão contra sua doença; do João Paulo II que nó... do Tony Ramos que é um herói na arte de bem casado, além de ser um dos melhores atores de todo o sempre; do Padre Júlio Lancellotti que sempre admirei e me recuso a acreditar nas histórias que contaram sobre ele; do outro Padre, o Reginaldo, que tem me ajudado, por meio de seu programa de rádio, a aguentar essa vida “que não tá fácil não seujão”; do Jô Soares que amo pra sempre; do João Carlos Martins que nó, superação, esse é seu nome.
Provavelmente essa lista será ajustada, mas muito provavelmente os nomes daqueles que estão com fotos nessa colagem rEdícula que criei não serão substituídos, pois, pelo menos pra mim, eles estão no topo. 



1. Airton Senna - não me conformo com a morte desse homem, bordei uma manta de bebê inteira naquele domingo fatídico.                                         
2. Ariano Suasuna - pela voz e jeito de contar casos. Esse homem no Jô dizendo que descobriu que não gostava de café e que só bebia por educação, me fez rir uns trezentos dias; foi tudo de bom.
3. Betinho - um dó ter adoecido numa época em que quem tinha aids não sobrevivia.                                                     
4. Caetano Veloso - paixão de vida meu e o que é ler meu nome lá no último post do blog dele, minhas gentes, e as fotos que tiramos juntos?
5. Charles Chaplin - porque é o melhor palhaço do mundo e me faz lembrar de um tempo feliz assistindo aqueles filmes todos. 
6. Chico Anísio - o povo ainda não entendeu que é o melhor ator do Brasil.
7. Chico Xavier - sei pouco da religião dele, mas o que sei dele é um tanto bom pra entender que ele foi, seguramente, um dos melhores homens do século XX.
8. Darcy Ribeiro - aquela voz, o jeito de dizer as coisas, só ele pra não me fazer ter birra total de índio.
9. Dona Canô - "o que faço pra viver bem? Tenho o coração leve, não guardo rancor." Só uma sábia diria isso, e né? Mãe de Caetano...
10. Dona Zilda Arns - não me conformo com a morte dessa mulher, não acredito e sempre disse, antes dela morrer, que ela merecia todos os louros...
11. Dom Paulo Evaristo Arns - gostei de Dom Paulo bem antes de Dona Zilda, e só muito depois é que soube que os dois eram irmãos. Mais motivos? Precisa não, né?
12. Dráuzio Varela - como assim o homem pega novecentas malárias e ainda tem saúde pra caminhar não sei quantos mil quilômetros por dia, sabe tudo de câncer e se expressa numa elegância.
13. Elis Regina - outra perda irreparável. Eu pagava pra ver a Elis atuando nos dias de hoje, amava Elis de paixão. Nunca esquecerei o dia de sua morte: 19 de janeiro de 1982, pois estava em viagem e só soube no outro dia. Traumatizei!!!
14. Eva Perón - adoro saber tudo dela, a vida que levou, o jeito de ajudar os pobres. Um dos melhores livros que tenho é sobre ela: Santa Evita de Tomás Eloy Martinez. 
15. Grazi Massafera - era minha favorita do bbb5 (é, pra você que ainda não sabe, eu assisto BBB sim, e daí?), sempre achei com o rosto expressivo e, atualmente, eu a admiro por sua luta contra o preconceito, tem todo o meu apoio.
16. Hebe Camargo - gracinhaaaaaa, é tudo de bom, sempre foi e agora inda dá lição na gente sobre como adoecer sem adoecer os outros...
17. Hortência Marcari - a melhor jogadora de todos os tempos. 
18. Irmã Dulce - uma santa cuti cuti.
19.  Ivo Pitanguy - adoro quando ele diz que não faria uma cirurgia plástica estética, sendo tão feio: lição que a mulherada não quer aprender. E isso dele atender gratuitamente quem precisa cuidado, um dia por semana, me quebra as pernas.
20. Jô Soares - meu outro ídolo-mor. Amo pra sempre e aqui, querem parar de me aborrecer dizendo que ele é chato?
21. João Carlos Martins - quer me ver chorar? Me faça assistir a uma apresentação desse homem. Aqueles dedos tortos tocando e fazendo tocar tão lindo é de matar.
22. John Kennedy - sacanagem terem assassinado esse homem. Além do quê, o homem era um gato. Eu pegava.
23. José Alencar - admiro o Zé dum tanto, mas dum tanto. Quem não assistiu sua entrevista no Jô, assista, vale muito a pena.
24.  Leonel Brizolaque delícia era ouvir esse homem encrenqueiro da peste, mas de quem eu gostava muito.
25. Lula - votei nesse danado em todas as eleições, exceto a última que ele venceu, nem me recordo o porquê... tem a voz chata, mas admiro ele assim mesmo.
26. Madre Teresa de Calcutá - outra santa cuti cuti que era tudo de bom.
27. Marília Gabriela - como é articulada essa mulher. Confesso que não gosto de vê-la cantar, atuar mais que cantar, mas pouco, também, mas entrevistando, não tem pra ninguém.
28. Marina Silva - adoro a trajetória política dessa mulher.
29. Marcia Tiburi - o que é essa mulher participando do Café Filosófico na Cultura, minhas gentes? Eu bebo o que ela fala: "a filosofia é um partejar das ideias" - cliquem aqui.
30. Maurício de Souza - ele é responsável por muitas risadas que dou desde a década de setenta, não sobrevivo sem as histórias da Mônica, Cebolinha, Chico Bento e os outros.
31. Michael Jackson - pra mim é, foi e será um incompreendido. Como deve ter sofrido esse menino. Um dó ter morrido sem poder ser feliz. 
32. Nelson Mandela - como assim um homem fica não sei quantos anos preso e depois vira um líder mundial?
33. Oscar Niemeyer - não bastava ter ideias brilhantes e colocar no papel, aqueles "desenhinhos"? Cismou que é quase eterno... e de tão cismado completa hoje (15 dezembro de 2010) 103 anos. Posso com isso?  
34. Oscar Schmidt - chorão danado de admirável.
35. Papa João Paulo II - Sem comentários: um santo.
36. Padre Júlio Lancellotti - sempre admirei e eu me recuso a acreditar em tudo que falam contra ele.
37. Padre Marcelo - companheiro de oração num tempo de filha grande doente. Como esse padre e seus terços, às meias-noites, me ajudaram a caminhar com mais esperança; época que ele nem era famoso, nem nada.  
38. Padre Reginaldo Manzotti -  companheiro de oração dos tempos atuais, deu 10 horas, de segunda à sábado, fico ligada no programa desse homem, o que tem me ajudado bastante.
39. Paulo Freire - o EDUCADOR.
40. Princesa Diana - só por ter se casado com aquele feio bobo já ganhou minha admiração. E depois veio o cuidado com as crianças sofridas e, por fim, a morte que chegou tão cedo só porque ela queria fugir de gente imbecil... 
41. Ronaldo  - é um fenômeno, que venham as Cicarellis da vida, os travestis todos, as babaquices, mas sei não, eu gosto dele.
42. Rui Barbosa - admiro esse homem só pela oração dos moços. É tudo.
43. Ruth Cardoso - Que mulher danada de culta e equilibrada era essa, minhas gentes e teve que aguentar falarem dela tanta cretinice.
44. Sebastião Salgado - esse homem é danado, as fotos dele... 
45. Silvio Santos - raraii - adoro, vou ser sempre fã... assisto parte do programa dele, aos domingos e choro de rir, talvez eu seja a única, mas tô de boa.  
46. Tancredo Neves - mineiro danado de admirável, pra quê fizeram aquela foto com ele, né minhas gentes, quem sabe foi aquele esforço que matou nosso presidente? 
47. Tony Ramos - o cara mantém um casamento por mais de quarenta anos e parece ser feliz. Como assim? Além do quê tem nos olhos toda a expressão que um bom ator precisa ter pra convencer o telespectador. A mim, ele convence.
48. Ziraldo - eu faria um colete lindíssimo só pra ele, assim, com minha criatividade [?] e competência...

E viva o Google e a Wikipédia que me ajudaram a buscar textos e fotos sobre meus admiráveis, na falta de sites oficiais.
O que escrevi ao lado de cada um dos nomes é a lembrança mais imediata desses admiráveis, por isso, tão primário... desculpaêê.
Mas ó cliclem nos nomes de cada um deles e saberão mais sobre... Espero.

3 comentários:

Marina Reis disse...

Nossa ficou bom demais da conta isso ..
.
sou fã de quase todos
dos que não sou é por falta de conhecimento mesmo .. mas já já faço a pesquisa.
.
beijocas
adorei

Rosana Tibúrcio disse...

Minha grandona aqui? Iurúúúú. Valeu, filhota.
Adeus, cinco letras... hauahaus

Jéssica Amorim disse...

Nossaaaa ficou muito legal esse post... Tanta gente incrivel ai!! Adoooorei pq gosto de quase todos estes tb!

Tenho um video do Jô chorando vendo o João Carlos Martins tocando... coisa mais linda que existe!! Depois te mando.