domingo, 28 de fevereiro de 2010

Começo do fim?

Essa última semana foi cheia de fatos que constataram que não sou mais aquela Rosana de antes. Mudanças inevitáveis de comportamento? Canseira? Descuido? Idade? Não sei ao certo. Sei que já era a Rosaninha de 30, 40 anos. São 54 anos e ponto.
Aos três fatos.
1. Sou organizada; não caprichosa, porque tenho letra feia e não dobro tudo muito direitinho, por exemplo. Adoro fotos em ordem cronológica e de "tirada" e, todos os álbuns que consegui organizar, do meu tempo de solteira, casamento antes de filhas, da primeira filha e da segunda, "são" assim: organizadérrimos. Até que um dia, minha grandona cismou de tirar uma ou outra foto dos álbuns dela e parei com esse trabalho. Há várias fotos guardadas numa gaveta esperando essa organização. Um dia cismei de mudar esses álbuns de lugar, pensando em protegê-los da poeira: da parte de cima de uma das estantes de livros da sala de TV eu os coloquei no meu armário no quarto.
Muito bem, álbuns guardados, num lugar que não entra muita poeira e, seguramente, seguros. Certo? Nã nã ni nã não. Na quinta-feira agora, Abadia, que me ajuda aqui vez em quando e há mais de 18 anos, cismou de tirá-los do armário pra fazer uma limpeza.
E aí? Aí que toda sorte e "modalidades" de cupins existentes no mundo estavam lá. Resultado: cerca de sete álbuns de Marininha foram destruídos. Num ou noutro eu ainda consegui salvar algumas fotos; no mais, o resto virou o caos. Como assim, a organizada não atentou pra que algo desse porte pudesse acontecer com os álbuns tão organizados? Como assim, perder parte grande da história de uma das filhas?
É o começo do fim. Uma corda, por favor!!!
2. Saíndo do médico na sexta-feira passei numa farmácia pra aviar a receita. Eram três remédios sendo, um deles, injeção. O carinha que ia aplicar em mim, a injeção, recebeu antes o pagamento de uma notinha de minha irmã: dinheiro indo, troco voltando. Ou seja: o sujeito pegou em dinheiro. Tudo bem, até aí.
Ele então me chama pra o ambiente lá das injeções, pega a ampola, a agulha descartável e eu, mesmo morrendo de dor, só botanureparu. No que ele começa a tirar a agulha da embalagem eu falo, um pouco irritada, pois dor das costas às pernas: "Você não vai lavar suas maõs? Você acabou de pegar em dinheiro, tem que lavar as mãos". Ele me olhou e disse algo parecido com: "o algodão com álcool aqui que vou te passar faz essa limpeza". E eu: "claro que não faz, você pegou em dinheiro, tem que lavar as mãos". E não é que o sujeito me deu a injeção assim mesmo? Noutros tempos, nunca que eu deixaria, armava um barraco. Mas a dor era tanta - queria muito ir embora dali -, e não fui "forte" o suficiente pra agir como deveria. Isso foi a morte pra mim. Cadê a antiga Rosana?
Quase o fim: a corda e estricnina favô!!
3. Meus cabelos ficaram brancos muito cedo, já são todos brancos. E tome pintura neles, claro. Com eles fui me acostumando aos poucos e, como sempre olho no espelho, essa alteração não me assustou muito.
Há uns dois anos descobri cabelos brancos noutros lugares (sacam?). Fiquei cho-ca-da. Final do ano agora descobri um fio branco na sobrancela. Outro susto, confesso.
Eis que na quarta-feira agora chamo depiladora pra me fazer uma "capina": virilhas, pernas, axilas e buço; nada diferente que a maioria das mulheres faz. E dessa vez nem senti tanta dor, já que me doía todo o resto.
Na sexta-feira à noite eu senti algo estranho no meu buço, como se fosse uma feridinha. Fui ao banheiro, luz acesa e pinça nas mãos: pronto, "capturei" um "objeto", até então, não identificado. Tirei o danado da pinça, passei pro meu dedo e adivinhem? Um cabelo não depilado, do buço, braaaaancoooo.
É o fim!!!

12 comentários:

Helô disse...

Olá! É isso aí, Rosanita! As coisas mudam depois dos 30, 40.
Mas algumas não precisariam acontecer, né (como aqueles fios brancos). Ó CÉUS!!!

Priscila disse...

Rosaninha, tô sempre aqui e no Guaraná, só que ando meio calada ultimamente, rs. Não consigo acompanhar o ritmo do twitter, agora que voltei a dar aula a noite, então, uó.

Bom, para vc ter uma ideia, meu primeiro cabelo branco apareceu qdo eu tinha 17, imagino que qdo chegar aos 50 vou estar com cara de vovozinha já, rs.

Agora essa paradinha da injeção foi o fim da picada (eita trocadilho péssimo). Isso vai contra todas as regras de higiene, pelo menos ele tinha que usar luvas para preparar a injeção e aplicar. Afffffffffffffffffffff.

Bjo enorme de grande!!!

Clara Moriá disse...

Relaxa, Rosaninha queridinha, meu amor.
Com ou sem cabelos brancos, eu te amo, ó.

Vera disse...

Ahahahahahahah.

Estes cabelos brancos em outro lugar não deve ser coisa lá muito agradável mesmo...

Mas é assim mesmo. A gente vai mudando, mas nada que uma boa relaxada ou tinta não resolva.

Beijos!

[Voltei]

Kika Domingues disse...

Rosana!
Estou lendo todos os posts possíveis. Minha mãe tem sua idade, e infelizmente, apesar de não ter quase cabelo branco nenhum, sofre com o mal da depressão e deixa com que sua vida corra sem ser aproveitada como se deve. Sinta-se HÍPER jovem, verdade! Sua idade são números. Só o fato de você ter o gosto por comandar um blog, já é maravilhoso. Eu tenho 17 anos, porém, um pouco atrasada, ou avançada, não sei, para a magia da adolescência. Deve ser de família.. rs Mas pretendo chegar ao 54 assim como você, cheia de vida, de vontade de botar a boca no trombone, e de continuar com os blogs, textos, desabafos, sites, livros. A mente ocupada é o maior remédio da vida.
Espero poder manter contato! Vai ser uma imensa honra, um grande abraço!
Walquiria

Palmitos e Cogumelos disse...

Rosaninha só encontrei em italiano mas a associação foi imediata e as imagens falam per si: http://www.youtube.com watch?v=T7nhO6IWGzc

Rosana Tibúrcio disse...

Cliquei no link e veio isso aqui:
Ops! Este link parece estar corrompido.

Palmitos e Cogumelos disse...

Segunda tentativa
http://www.youtube.com/watch?v=T7nhO6IWGzc

Palmitos e Cogumelos disse...

Ro,
Se não conseguir pelo link, joga no you tube: Sex and the city - Il pelo grigio di samantha
Vale a pena!

Rosana Tibúrcio disse...

Vi Carolzinha... hahaha
Adorei, tingir é a solução??? MedAAA!!!

Mistérios, Magias ou Milagres. disse...

Isso não é nem o começo e nem o fim heeeeee. Vida vivida! Quando chegamos depois dos anos Dourados e seguimos para os anos de fios brancos aqui e acolá o jeito é pinta-la também todos os meses hahahahah. Fala sério! Isso é tão desagradável que só nós mulheres compreendemos. Mas tem coisas tão boa acontecendo que superamos numa boa. Amei e me diverti muito no seu blog, sua originalidade é fantástica.Continue assim você é maravilhosa. Abraços Heudes

Rosana Tibúrcio disse...

Adorei visita nova de Mistérios...
Obrigada pelos elogios.
Vou lá te ler/ver...