quarta-feira, 21 de outubro de 2009

"L"arga mão de ser besta sô

"Gente besta não acaba nunca", dizia um dos cara mais bestas com quem já convivi na minha vida. É verdade!!!
Eu digo "larga mão de ser besta sô" para quem:
- fala pelos cotovelos e dá bom-dia a cavalo;
- tenta mudar quem acabou de conhecer;
- acredita que conseguiu mudar alguém e jura que conhece a pessoa "como a palma da minha mão" (hehe adoUUro);
- gosta, implora pra ser enganado (o sujeito do item acima... hehe);
- mente e esquece que mentiu;
- diz que acredita nos amigos, mas desconfia da própria sombra;
- se esconde, covardemente, por detrás da palavrinha "anônimo".
Owww, tenho paciência conceis não tá???