sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Se você gosta por que só critica?

Algumas coisas me intrigam muito, várias delas aliás, e uma refere-se ao jeito que algumas pessoas têm de gostar de outras e de "vivenciar" esse gostar.
Conversamos muito por aqui na semana passada, os meninos e eu. Um dos assuntos foi esse. Eu sou bem radical quanto a isso e não aceito desculpas tais como: "isso é uma fase", "fulano está sofrendo", "ele é depressivo" e milhões de outras justificativas. Pra mim isso é conversa pra boi dormir. Cada um é cada um, por certo, mas se se gosta de verdade a ação tem que corresponder ao sentimento, assim eu acredito e me vejo muito certa disso.
Então por que algumas pessoas se dizem gostar de outras e a todo instante critica, é mal-educado, é ríspido e só tem atitudes negativas em relação a esse semelhante?
Se alguém, em quase toda situação, é malcriado e crítico é porque tem inveja do outro e não gosta ou é doido de pedra. Em qualquer das circunstâncias o meu conselho é um só: afaste-se, porque se é inveja isso corrói; se é doido, que vá pra um hospício se tratar.
Afaste-se de quem não te trata com delicadeza em mais de 10% das situações vividas. E olha que estou sendo boazinha nessa porcentagem que aqui atribuí - isso porque penso que a loucura até pode ser tratada; agora, a inveja ou o não querer bem de verdade, nunca se cura.
E mais, isso pra mim tem um sinônimo: infelicidade. E se alguém é assim tão infeliz, vá se cuidar e pare de encher o saco de quem tá quieto e vive bem.
Eu também até sou louca, mas por acreditar que o verdadeiro bem-querer é bom, provoca harmonia e tem gosto de paz.
Tenho dito!!
.
.

2 comentários:

Haline disse...

Concordo com seu texto até certo ponto Rosanita. Acho sim que temos que gostar um dos outros e aceitá-los como são, mas nem sempre é tão fácil conviver com alguém e achar tudo que ela faz perfeito, por isso, sempre há criticas, mas nem sempre por maldade ou inveja ou até mesmo loucura. Muitas vezes é por amor, mesmo que esta seja uma forma "torta" de amar...

Mas e você Rosana, como está??
Saudade mulhéér
E a casa sem os Guaranetes??

Me mudei, depois de mando e-mail sobre minha nova rotina... =)

Um beijão! Namastê querida!

Rosana Tibúrcio disse...

Linda Haline, isso que você fala eu concordo, nem era desse gostar que eu falava. Por exemplo, eu critico minhas filhas e elas a mim, mas não é essa a tônica de nosso amor, nele cabe elogios e aplausos quando necessário.
.
Pensamos igual, Haline, pensamos igual, creia...rs

Eitaaaaaa