domingo, 30 de dezembro de 2007

A noite é uma criança


Numa rodada de música, bebidas, casos e piadas, eu me diverti como ninguém na véspera e no Natal.

A cada dia creio que não preciso de nenhum outro "incentivo" pra me divertir de VERDADE, além de boa companhia e paz no coração; sem gente chata pra me torrar o saco e exigir sem doar.

A cada dia creio que - eu, Rosana Tibúrcio - me basto com copos de água, música e companhia boas e, repito, paz no coração.

Aí, a noite vira uma criança...

Bom rir e provocar risadas. Parece que fico "engraçada" numa roda assim...

É - eu fico tonta sem beber... tantos podiam experimentar isso, porque cá pra nós: coisa mais chata que gente bêbada não há. Inda mais em noites especiaias.
.
.

Um comentário:

rafa disse...

aaainnn
Eu queria tanto ter ido...

E viva a descoberta do cainho pra felicidade, minha gente: água, música e companhias boas e paz no coração.

Precisa mais?