domingo, 7 de outubro de 2007

Contextualizando "passar filminho"

Essas pessoas que não sabem das coisas, ai meu Deus, que luta!!!
Vô ispricá proceis.
É assim: a gente esbarra em alguém consideravelmente uma possível e interessante pessoa...
Ai, a gente sorri, fala oi, e depois vai pra casa.
Em casa a gente deita, senta ou mesmo em pé, fica pensando... pensando... "passando filminho" com a dita-considerável-possível-pessoa-, que poderá, quem sabe, fazer parte de nossa vida afetiva-romântica, quiçá sexual...
Sacam???
Essa é uma expressão que uso "desde mocinha". Inda sou!!!!
Pois, enquanto houver um sopro de vida, haverá mil possibilidades, né não?

Um comentário:

rafa disse...

EU ENTENDIIIII!!!
Agora eu entendi! hihi