sábado, 11 de agosto de 2007

Urrrghhhhh

Que sábado: inodor, incolor, inócuo, inóxio e insípido.
Quero sal no meu doce e doce no meu sal.
Esperança nas cinco horas e trinta minutos restantes.
Mó fé!

2 comentários:

Luiz disse...

Meu sábado também foi estranho... eu querendo fazer milhões de coisas e todos os meus amigos num desânimo só. Puxa vida... desde quando chuva e frio são indicativos de que a vida tem que se recolher para dentro de casa?

rafa disse...

Então a sra tinha q ter tido uma manhã como a minha: 2 horas com muitas camadas de papel e cola no rosto, sem poder rir nem nada, fazendo uma máscara. E a noite teve festinha de amiga com uma caipirinha booooa demais! hihi