terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Obstinação: seu nome é Marina

Tiro o meu chapéu para essa minha filha grandona: obstinada que só.
Deve haver muito marmanjo e marmanja (me incluo no grupo) nesse mundo de meu Deus que não é capaz de empurrar uma maca pesada (como podem ver na foto abaixo), por cinco, seis, sete quadras, naquele sol escaldante de Brasília e, ainda, conseguir sorrir tão persistentemente pra vida. A minha Marininha por mais de três anos morou com os tios lá na Capital. Teve todo o apoio deles e seremos sempre gratas.
Mas agora ela vai "fazer carreira solo" e peço tanto pra que Deus dê muita força, saúde e mais coragem pra ela. Eu fico admirada quando ela me conta das dificuldades que tem em olhar tudo sozinha: lista de coisinhas pra comprar, continhas pra fazer, o que pode comprar e o que não pode porque nunca que a grana dá. Isso de "montar" um lugar para morar sem ter a ajuda de mãe quebrada é quase fatal. Só não é porque Marininha tem bons amigos por onde vai e são eles que estão lhe dando o suporte que não posso dar.

Fico aqui só na base da torcida e reza e peço muito pra que Deus lhe conceda caminhadas mais curtas, com menos peso e mais sucesso.
Terá, porque ela merece. Cês não têm noção, minhas gentes, do tanto que essa menina tem trabalhado lá na terras dos Homens (bem que eles podiam aprender, né? Mas isso é papo pra outro post).
Sucesso Marininha e ajeite meu cantinho no seu cantinho que já já apareço por aí...
É isso!!

10 comentários:

Taffarel Brant . disse...

Marina é a minha florsh do campo!
Ela vai florescer em BSB.

[essa foi podre]
HDFUASHADSFUHAUHUA

Jéssica Amorim disse...

A Nina é dona de uma coragem e uma força que me fazem babar de admiração. Linda e merece tudo de melhor.

Rosana Tibúrcio disse...

Obrigada meninos meus amores. Sei que torcem por ela.
Ahhh, aceitamos também doações físicas, viu?
De colher a geladeira, passando por ferro elétrico rs, micro-ondas, ventilador, panelas, ventilador, computador, ventilador, cadeiras, ventilador, panela e até um gato. NUm vale um dos filhos de Capitu, viu Jéss? rs
A pessoa não tem quase nada como podem perceber, mas tem coragem.
E quem há de negar que essa lhe é superior, e quem há de nega...???

Rosana Tibúrcio disse...

Eu SE divirto, que é melhor...
iurúúú

Flávia Jorge disse...

Vc tem que mesmo que se encher de orgulho de ter uma filha incrível como a Nina. Ela, pra mim, é exemplo de ser humano: pessoa leve, inteligente, de bem com a vida, cuida da vida dela com mta garra, tem sabedoria, é menina qdo precisa e mulher qdo precisa tb. Por ela e para ela sempre ajudarei no que puder, mesmo que seja nos layouts simples de cartões ou camisetas! Essa MULHER merece demais. Sou feliz em tê-la no meu rol de amigos. SUCESSO NINA! Saiba que essa fase que está começando a enfrentar é de extremo aprendizado, tudo na ponta do lápis, valor nas coisas maaaais simples, a gente cresce muito. Vc só vai evoluir e se tornar cada vez mais especial e única. Parabéns pela conquista do seu espaço.

Bjo, Rosanita!

Richard Zeimanny disse...

Gostei muito de seus textos. Parabéns.

Helô disse...

Querida Rosanita, peça a Deus somente a saúde pra sua grandona. Força e coragem ela tem de sobra e, com todo o respeito, ninguém melhor que eu pra dizer isso. Eu a vi empurrando, puxando, subindo e descendo essa maca na terra dos homens. Me orgulho muito de ser amiga dessa mulher batalhadora que nas horas vagas é uma moleca.
Que Deus a abençoe sempre. E a você também por ter transado com um extraterrestre e ter-nos presenteado com essa garota do outro mundo. Pronto! Falei!

Rosana Tibúrcio disse...

Poquei de rir do extraterrestre, Helô....

Rafael Freitas disse...

O Brant tá indo pra lá. E eu tô morrendo de inveja dele. E de saudade da minha irmã. A Nina é demais e merece mesmo muita coisa boa!

[Portanto, Mainha. Faz um post com os dados da conta bancária da Nina pra gente mandar umas "lembrancinhas"! rs]

Rafael Freitas disse...

E essa história do extraterrestre?