quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Xisto não, melhor outro nome


Apesar do talento e energia que Xisto trazia como característica de seu nome, sua vida não era lá muito interessante.
Aliás, que mãe é essa que dá ao filho que acaba de nascer – tá certo que com cara de joelho, mas sei lá, um bebê – o nome de Xisto?
Além da energia e talento já citados - diziam os estudiosos de origens, características e significados de nomes -, que Xisto também é alguém bondoso, sereno, que transmite a todos tranquilidade e equilíbrio.
Energia versus serenidade. Contradição? Completitude? Sabe-se lá!
Essas duas características, não totalmente opostas, são um tanto estranhas para serem de uma mesma pessoa. Era muito pra Xisto carregar.
O significado do nome Xisto, aliás, é aléia, ou seja: rua arborizada.
Xisto tinha verdadeira paixão por significados de nomes, buscou no significado do seu, uma explicação mais generosa para o nome feio que tinha. Ele achava feio.
Por que não lhe deram um nome parecido com Daniel ou Rafael, nome de anjo e de seus irmãos? Por que não Gabriel um terceiro anjo na casa???
Se os pais queriam mudar o sentido dos nomes, deixar os “anjos” pra lá, por que não lhe chamar de Carlos que significava fazendeiro e também era nome do avô? O avô que possuía uma bela fazenda e os mais lindos cavalos da região. Xisto adorava os cavalos do avô, sobretudo aquele ruço que se chamava apenas: “Cavalo”.
Xisto poderia se chamar “Homem” “Menino” ou “Garoto” como “Cavalo”. Por que não?
Nada justificava aquela decisão dos pais, pensava Xisto, agora mais crescidinho e estudioso das origens e significados de nomes. Ele pensava e reclamava pros pais, pra todos: “sou uma rua arborizada”. É muito feio. E quanto mais reclamava mais os amigos zoavam da "rua arborizada" transformando-a em "beco arborizado"; riam do "cisco".
Ele daria um fim nisso, ahhhh daria! Usando o talento que tinha arraigado no nome que lhe deram exigiu, a partir de um dia qualquer, que todos; todos, sem exceção, lhe chamassem de “Xan” e afirmava: "aos dezoito anos mudo meu nome, aguardem..."
E assim ele fez. Nem bem completou dezoito anos Xan procurou advogado para que o profissional procedesse, junto ao juiz competente, a alteração de seu nome.
O advogado anotou todos os dados de Xisto, nº da certidão e tudo que se referia ao seu registro de nascimento. Elaborou os porquês do desejo de mudança. Relatou fatos ocorridos na vida de Xisto; a dor que sentia quando o chamavam de cisco ou beco arborizado.
O advogado notou, porém, que Xisto reforçava muito sobre a questão do significado de seu nome, muito mais que as piadinhas advindas dele. Relatou isso também no pedido e, finalmente, fez a pergunta principal: "como você quer se chamar “Xan”? E o menino de nome feio, já um homem feito, respondeu firmemente: Xantipo*.

*Xantipo significa cavalo ruço, tal qual o Cavalo do avô

4 comentários:

Rosana Tibúrcio disse...

Hummm, acharam Xisto "sem tipo", né? Falei o tempo todo que a implicância maior dele era com o significado do nome... eu falei...

hehe

Taffarel Brant . disse...

Sem levar em consideração os significados dos nomes, só eu achei 'Xantipo' mais feio do que 'Xisto'?

medaaa!

Rafael Freitas disse...

Não dá pra entender o Xantipo, né?!
E ainda tem significado!

Eu ainda ficaria com Xisto.
Pelo menos é personagem famoso dos livros da coleção Vagalume! hehe

Rosana Tibúrcio disse...

Dãnnnn, meninos.
Coisa mais xan-tiponão preferir Xisto, né?
Por isso rii tanto... Tá, só eu ri, fazer o quê?
hehe